EMAIL

ouvidoria@santacasacg.org.br

DISQUE ANS

0800 7019656

Mussak ministra palestra descontraída e informativa a centenas de expectadores

19 Abr

Mussak ministra palestra descontraída e informativa a centenas de expectadores

Com o Teatro do Colégio Dom Bosco lotado na noite desta quinta-feira (18), a abertura foi realizada pelo presidente da Associação Beneficente Santa Casa de Campo Grande, Dr. Esacheu Nascimento, que falou dos avanços da Santa Casa ao focar, também, na qualidade de vida e na saúde. “Ao investirmos em locais adequados para a prática de exercícios físicos, fazemos com que o hospital seja visto como um local de saúde, que é o que ele realmente é”, explicou.

 

Na apresentação do palestrante o presidente brincou, dizendo da dificuldade de apresentar alguém tão conhecido. “Missão difícil esta de apresentar a vocês alguém que vocês conhecem melhor que a mim”, sorriu ao relatar o currículo do convidado.

 

Eugênio Mussak falou de forma descontraída e informativa sobre variados assuntos relacionados ao tema de sua palestra que foi “O papel do líder inspirador em tempos de crise”. Abordou sobre a necessidade do líder saber contaminar as pessoas com suas ideias na busca do engajamento necessário, ressaltando que a composição das empresas é simples e está embasada em um tripé composto por capital, projeto e equipe.

 

Com uma exposição rica em apresentação bibliográfica a fim de dar aos ouvintes opções de aprofundamento nos saberes, relacionou livros e filmes que nos ensinam sobre o relacionamento humano e as considerações devidas nesta relação. “Não se pode fazer gestão de pessoas como se faz de coisas”, ponderou ao explicar que as pessoas não devem estar obrigadas, mas sim ligadas aos objetivos com a própria vontade.

 

Ao definir liderança relatou que liderar é conduzir em determinada direção, é transformar a tarefa em uma causa, é ter missão é ser visionário onde outros não veem. “Um líder não pode ter medo, tem que ter é objetivo e competência”, disse. Seguiu, Mussak, falando sobre atributos da liderança e a importância das novas tecnologias em composição com a competência de operação.

 

Sobre tempos de crise, Mussak ressaltou a necessidade da mudança de hábitos frente novas realidades, “Se as condições mudaram, temos que mudar nossas reações a ela. Mudar de hábitos é algo difícil, mas necessário”, explicou. Em seguida explanou os fatores dos quais depende a gestão e a liderança em tempos de crise como estratégia, engajamento, reposicionamento permanente, entre outros.

 

“Líderes não nascem líderes, nascem com tendências a líder, o que vai se configurando com o aprendizado na vivência e nos estudos”, falou e ressaltou que o momento atual, de “drástica transformação”, por conta da tecnologia, deve ser um aliado dos líderes. Mussak esclareceu aos presentes que aquelas empresas que apresentam um movimento ascendente constante em seu crescimento, na realidade, não têm esta constante, “eles também têm momentos de estagnação, a diferença é que nestes momentos seus líderes reagem com inovação, revertendo a nova tendência e colocando a empresa de volta na curva de ascendência”, explicou.

 

Ao final da palestra Eugênio Mussak agradeceu a todos os presentes, à Santa Casa de Campo Grande e a todas as empresas que apoiaram o evento de alguma forma. A palestra foi uma realização da Santa Casa por meio de sua coordenação de eventos com apoio das empresas:

 

Associação Brasileira de Recursos Humanos – Brasil

Associação Brasileira de Recursos Humanos – Mato Grosso do Sul

Associação Comercial e Industrial de Campo Grande

CASSEMS

FECOMÉRCIO MS

SESC

SENAC

Instituto de Pesquisa da FECOMÉRCIO MS

Coopercard

KZT – Atenção Médica Domiciliar

Fundação Manoel de Barros

Uniderp

SEMED - Secretaria Municipal de Educação

Undime – União Nacional dos dirigentes municipais de educação

Escola Bilíngue Harmonia

Grupo Sabin – Laboratório Clínico

Sicredi

Mega - Segurança Patrimonial