EMAIL

ouvidoria@santacasacg.org.br

DISQUE ANS

0800 7019656

Rotary entrega tomógrafo com presença de ministro, senadores e secretários

23 Fev

Rotary entrega tomógrafo com presença de ministro, senadores e secretários

Na manhã deste sábado, dia 23, o Rotary Clube de Campo Grande fez a entrega oficial à Santa Casa de Campo Grande de um tomógrafo de 16 canais da Siemens que atenderá a demanda da Unidade de Traumatologia. O ato contou com a presença do Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, da Senadora da República, Simone Tebet, do ex-senador Pedro Chaves, dos secretários de saúde do Estado de Mato Grosso do Sul, Geraldo Resende, e do Município de Campo Grande, Marcelo Vilela, que representaram os chefes dos respectivos Poderes Executivos.

 

O complemento do recurso para a compra do aparelho que custou R$ 1.326.000,00 foi viabilizado no ano passado pelo Rotary Clube junto aos senadores Simone Tebet (R$ 300 mil), Waldemir Moka (R$ 250 mil) e Pedro Chaves (R$ 150 mil). A Santa Casa de Campo Grande completou o total necessário com R$ 626 mil oriundos de recursos destinados à finalização e equipamento da Unidade de Traumatologia.

 

Na abertura da cerimônia o presidente da Santa Casa de Campo Grande saudou os presentes e falou sobre as necessidades e importância das instituições filantrópicas e também dos benefícios a serem obtidos com a instalação do novo aparelho. Em seguida Esacheu agradeceu a cada uma das autoridades presentes pela parceria e passou a palavra ao presidente do Rotary Clube Campo Grande, João Miguel de Souza. “Esta solenidade não é exatamente da Santa Casa, ela é uma realização do Rotary, por isto, passo a palavra ao presidente João Miguel para que ele a conduza”, disse Nascimento.

 

O presidente do Rotary descreveu o trabalho realizado pelos que o antecederam e demais envolvidos na busca dos recursos para a aquisição, relatando a importante participação do Dr. Hélio Mandetta e sua esposa dona Maria Olga Solari Mandetta neste processo. “Agradecendo aqui a todos que trabalharam por este objetivo, passo a palavra a ele que é um rotariano exemplar para todos nós, Dr. Hélio”, convidou João Miguel.

 

Hélio Mandetta descreveu um pouco de sua trajetória na Santa Casa de Campo Grande e sobre suas realizações como médico, dando como exemplo a criação do serviço de Residência Médica em Ortopedia que instalou no Hospital Universitário. Na sequência expôs a importância da aquisição do equipamento e explanou sobre a importância do trabalho de instituições como o Rotary para a comunidade.

 

Após uma descrição técnica do novo equipamento feita pelo médico chefe do serviço de radiologia da Santa Casa, Dr. Paulo Milton, a palavra foi passada ao secretário municipal de saúde, Dr. Marcelo Vilela. O secretário falou aos presentes sobre a necessidade de compreensão do SUS como sistema. “Precisamos ver o SUS como algo com começo, meio e fim, que parte lá da atenção básica e segue até necessidades mais extremas como hospitais de alta complexidade como aqui”, esclareceu.

 

A senadora Simone Tebet falou na sequência e elogiou o empenho dos rotarianos em causas importantes para a comunidade. “Nós, que estamos na política, fomos eleitos para trabalhar pelas pessoas, é nossa obrigação, já o rotariano não foi eleito, este trabalha pelas pessoas por pura filantropia e bondade, doando-se pelas causas comuns”, elogiou a senadora.

 

O secretário de saúde de MS, Geraldo Resende, usou a palavra em agradecimento ao Ministro e demais autoridades presentes depois passou o microfone ao Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta. O ministro iniciou contando algumas passagens de sua infância relacionadas com a Santa Casa como quando cortou a cabeça enquanto os pais estavam em um baile e eles foram chamados ao hospital no meio da festa. “Quando ouvi a voz da minha mãe falei pro médico apavorado, não deixa ela entrar”, riu. Em seguida Mandetta falou de forma macro sobre sua missão frente ao Ministério e sobre a atuação dos rotarianos nas causas sociais. Brincando, disse aos presentes sobre os pais: “meu pai recebia os holofotes, mas quem trabalhava no Rotary era minha mãe”. Dona Maria Olga é fundadora da Casa da Mulher, situada ao lado do Rotay e que, também, atua em causas sociais.

 

Sobre os repasses à Santa Casa para a manutenção da nova unidade o Ministro afirmou que serão calculados sobre nova proposta a ser formalizada pela Sesau com base em novos serviços a serem oferecidos com a abertura dos leitos. Após a solenidade o Ministro passeou pelo hospital na companhia do presidente, Dr. Esacheu Nascimento, conhecendo ambientes que foram recuperados como a lavanderia e o Day Clínic.